Com a minha voz clamei ao SENHOR, e ouviu-me desde o seu santo monte. Salmos 3:4

É uma bênção ser membro integrado à Igreja de Jesus Cristo

É incoerente alguém se declarar discípulo de Jesus Cristo e desobedecer a Bíblia afirmando não pertencer a nenhuma igreja local. Essas duas realidades são incompatíveis. A prática do Evangelho já nos impõe fazer parte do Corpo de Cristo em uma igreja local, vivendo na comunhão dos santos e nos ajudando mutuamente. Porém, lamentavelmente, dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) revelam que é crescente o número de pessoas que afirmam ser evangélicas, mas que não frequentam nenhuma igreja.

Pertencer ao rol de membros de uma igreja local é um preceito bíblico incontestável e a Eclesiologia do Novo Testamento apresenta o papel da Igreja na salvação, sua origem divina, suas doutrinas, entre outras coisas, jogando por terra a tese daqueles que afirmam não ser necessário pertencer a uma igreja local e que é possível seguir resguardando a fé mesmo distante do Corpo de Cristo.

Os desigrejados alegam ter “bons motivos” para se afastar da comunhão com os santos, mas, na verdade, não percebem que estão negando que a Igreja foi edificada por Cristo, Mateus 16.18 e que a Igreja é um corpo do qual Jesus é a cabeça, Colossenses 1.18-20 e Romanos 12.4-5, negando também o fato de que a “igreja local” é parte do plano de Deus e que apesar das falhas, desvios e maus testemunhos ela pertence ao Senhor Jesus.

Quando entendemos que, ainda que administrada por homens, a Igreja pertence a Deus, é o Corpo de Cristo, deixamos de olhar os defeitos e passamos a viver de acordo com o propósito pelo qual ela existe, que é a proclamação do evangelho e a nossa edificação. É justamente a convivência em comunhão o que permite que, no exercício da fé, desempenhemos a nossa função no Reino de Deus como membros do corpo de Cristo, 1Coríntios 12.17. É impossível desempenhar uma função no corpo estando fora do corpo.

Quando alguém decide que não quer mais frequentar uma igreja, por conta das falhas e erros cometidos, desprezando o convívio com os irmãos em Cristo, abandonando a comunhão e os cuidados do seu Pastor, demonstra não ter condições de fazer parte do Reino de Deus. Desprezar a comunhão com os irmãos que servem a Jesus nas igrejas locais é negar a necessidade que temos uns dos outros, 1Coríntios 12.21-23. Além disso, sendo Jesus o líder da Igreja, abandoná-la significa negligenciar a comunhão com ele e, em última análise, criar um plano B, puramente humano, para a pregação do evangelho da salvação.

Amados irmãos e irmãs, a Palavra de Deus mostra claramente que é muito importante nos reunirmos como igreja, como salvos em Jesus Cristo e, por essa razão, celebramos a Deus pelos 95 anos de nossa Igreja, a PIB em Penápolis, uma Igreja de Jesus Cristo, crendo firmemente que é uma bênção pertencer ao Rol de Membros dessa Igreja.

Vem conosco e te faremos bem!